O Bebê de Rosemary – 1967 (Rosemary’s Baby – Ira Levin)

232 Pag. – Editora Best Seller – Horror

Numa sacada brilhante e irresistivel, Ira Levin brinca magistralmente com extremos, nos levando do ponto mais iluminado da vida de uma pessoa ao mais sinistro, neste, que é sem duvidas, um dos melhores e mais importantes livros do gênero.

Em meio a uma escalada de descobertas bizarras e suspense, acompanhamos a incomum gestação de Rosemary Woodhouse, recem casada e recem moradora do famoso edificio Bramford, famoso pela elegância e pelas historias macabras que o cercam.

Com um final no minimo perturbador, O Bebê de Rosemary é além de uma leitura gostosissima, uma verdadeira e assustadora prova do que é o amor de uma mãe para o filho.

Inteligente e bizarro. Uma historia palpavél e ao mesmo tempo inacraditável. Excelente!

Indgnato curtiu este livro.

Postado em by Kinho - Review